quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Juno com pimenta

Não vou mentir: eu esperava mais de "Minha Vida de Stripper", de Diablo Cody (Ed. Nova Fronteira). Provavelmente minhas expectativas estavam baseadas em Juno, filme que amei e que tem a autora como roteirista. Mas não deixa de ser interessante ler as peripécias de uma garota de classe média americana que resolve apimentar a vida trabalhando como stripper em casas suspeitas de Minnesota. A história é verdadeira, até onde pode existir verdade numa narrativa, e a narradora tem muito a ver com a Juno do cinema, principalmente no jeito divertido, quase doce, de encarar os problemas da vida.

Resenha publicada no uol:
http://diversao.uol.com.br/ultnot/livros/resenhas/2009/01/19/ult5668u75.jhtm

Um comentário:

Anne disse...

Tenho uma revelação, e não é a novela: eu não achei Juno lá essas coisas. Achei tudo muito simplista, beirando o simplório. Sei lá. Talvez eu volte a assistir daqui a uns 10 anos e mude de visão. bjs.